Estou de volta, com uma promoção quentinha para vocês!

elza

Meu Deus, há quanto tempo eu não passo por aqui!

Nesse último mês estive tão ocupado lendo minhas últimas aquisições literárias que acabei ficando sem tempo de blogar.😦

Um dos livros que li e que mais gostei foi o Elza, a garota. Já ouviram falar? Foi escrito pelo escritor Sérgio Rodrigues e conta a história de uma menina que foi assassinada por engano pelo partido na qual era afiliada: o partido comunista. O romance tem início na década de 1930 e avança até os dias atuais. Ficou interessado? Leia o primeiro capítulo do livro clicando aqui.

Para compensar todo esse tempo que fiquei fora, resolvi fazer uma promoção pra vocês😀. Vou sortear esse exemplar com uma bela dedicatória escrita por ninguém menos do que EU! O que acharam? \o/

Para participar basta enviar até o dia 28 de junho um comentário aqui nesse post respondendo a seguinte pergunta:

O que você faria para vingar o assassinato de uma pessoa que você ama?

O resultado sai no dia 29 de junho!

18 Respostas to “Estou de volta, com uma promoção quentinha para vocês!”

  1. Lus Says:

    Minha vingança seria o perdão. Só assim eu viveria em paz.

  2. jiguryo Says:

    Enviar uma flor por semana ao responsável pra que ele nunca esqueça.

  3. Paula Says:

    eu enviaria a história da vítima por correio, e o livro teria o cheiro da pessoa que eu amava.

  4. Andreas Richter Weber Says:

    Eu seria capaz de organizar uma revolta para acabar com os autores do assassinato e assim não cometerem mais esse grande erro:matar uma pessoa inocente sem que ela tenha feito absolutamente nada.

  5. Ramon Silva Says:

    Poderia dizer que o amaria, mas não estou na mesma elevação espiritual que Cristo, pois amar os que se dizem nossos inimigos não é fácil. Eu organizaria um grupo onde todas as pessoas trabalhariam, como numa ONG, para mostrar para a sociedade que, além de o Comunismo ser uma instituição falida, que a pequena Elza se tornasse símbolo do fim de uma velha época e precursora de uma nova.

  6. Shaya Says:

    O comunismo não é uma instituição falida, as revoluções socialistas jamais chegaram a esse ponto, fracassaram antes. Cabe lembrar também que o socialismo que existiu passou muito longe dos ideais do socialismo utópico e que não existe apenas o socialismo marxista, o Estado do bem-estar social, que tanto fez pelos direitos sociais, é baseado em uma corrente divergente.

  7. ricardo Says:

    minha vingança seria obrigar o criminoso a viver o resto dos dias com minha sogra.

  8. Karline Batista Says:

    Escreveria um livro relatando tudo, e o primeiro exemplar iria para ele com uma dedicatória toda especial hehehe

  9. Fátima Theo Says:

    A minha vingança seria malígna: obrigaria o crimonoso a comer jiló, a usar salto alto e batom, a escutar todos os dias o barulho do seu próprio ronco e também a doar todos os seus bens materiais para uma instituição de caridade!

  10. noemi oliveira de barros Says:

    Que pergunta difícil!! Várias atitudes já se passaram pela minha cabeça nesse momento,todas de raiva ou ódio que me fizeram muito mal só de pensar . Então se vivesse um momento desses teria que ter a frieza de respirar fundo,acalmar meu coração e vingar-me da pior maneira existente.: deixando que a vida cobrasse com juros e correção esse crime,existe também o remorso que corrói a alma e faz com que a pessoa morra em vida!!
    O desprezo seria a maior vingança!!

  11. Tânia Regina Schubert Says:

    Como a justiça as vezes é “cega”, eu dava um tiro no meio da testa.

  12. Tânia Regina Schubert Says:

    Como a justiça as vezes é “cega”, eu dava um tiro no meio da testa.
    Acho que peguei pesado mesmo. Mas sinceramente eu não sei o que faria, porque a raiva as vezes transforma a pessoa e ela pode virar outra assassina. Mas confesso que pensaria no assunto do tiro.

  13. Lavinia Says:

    A melhor vingança seria olhá-lo nos olhos e esquecer. Não me sinto tão nobre para perdoar um assassinato, nem tampouco tão fraca para cometer uma retaliação; olharia-o nos olhos sim. Perguntar-lhe-ia o que o levou a fazer o que fez. Isso não traria de volta quem eu amei, mas me daria explicações e a primeira pá de cal pra enterrar a dor em meu coração ferido.

  14. José Marcos Ramos Says:

    Dente por dente, olho por olho, perna por perna, braço por braço, cabeça por cabeça, só o coração que não pode ser vingado.

  15. Jessica C. da Silva Says:

    Nada que eu pudesse fazer para me vingar seria o suficiente, pois a perda da pessoa amada é a pior perda que pode existir.Mas lutaria por justiça, mas não desejaria a morte do indivíduo não, gostaria de vê-lo pagar pelo mal que fez, sofrendo e lembrando a cada dia a burrada que fez.
    Acho que assim consequentemente, me sentiria como defendendo meu ser amado, nem que fosse apenas pela suas lembranças e pela sua alma.

  16. larissa frade Says:

    Nada pois como já diria o seu Madruga: a vingança nunca é plena, mata a alma e envenena.

  17. Meire T de Souza Cruz Says:

    Teria que conviver e a lidar com a dor de uma grande perda, enfim confiaria na justiça, porque tudo que voce planta, voce colhe, um dia ele pagaria um preço muito alto pelo seu ato inconsequente.

  18. Elenir Barbosa de Araujo Says:

    Agiria de acordo com meu interior, iria até o fim do mundo em busca de justiça, como uma mãe faria por um filho, porque uma vida é tudo na vida de outras pessoas, e ninguém tem o direito de leva-la assim.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: